ENQUANTO HOUVER CRIANÇAS…

Reproduzo aqui o artigo de Divaldo Franco publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 24-09-2015.

Nada obstante o aluvião de fatos agressivos e perversos, quase nos acostumando com a violência que domina a Terra, há pouco mais de duas semanas fomos surpreendidos com mais uma página de dor que comoveu o mundo e tornou-se um símbolo da imensa tragédia dos refugiados da Líbia e de outros países, buscando amparo na Europa. mais 344 palavras